Home / Amor e Sexo  / O que fazer quando o parceiro é inseguro e “não sai do pé”? Especialista responde

O que fazer quando o parceiro é inseguro e “não sai do pé”? Especialista responde

Assumir algo que não tenha feito para encerrar a discussão é algo que não deve ser feito jamais

Você ama seu parceiro, mas ele não “confia no próprio taco” e acaba te sufocando por isso? “A INSEGURANÇA sempre gera medos e desconfianças, e nos relacionamentos, pessoas com esses traços tendem a demonstrar muito APEGO, CIÚME E COBRANÇAS, provocando desentendimentos, mágoas, e chegando muitas vezes a situações de agressividade. Geralmente, desenvolvem também um comportamento de autoculpa, sendo comum o arrependimento após momentos de intenso estresse na relação”, explica a TERAPEUTA COMPORTAMENTAL RAMY ARANY, diretora do Instituto KVT Feminino.

Ramy revela que a natureza dos desentendimentos vem da necessidade de certeza de um companheiro do amor e da fidelidade do outro. “BUSCAM A AUTOAFIRMAÇÃO ATRAVÉS DE UM CAMINHO DE CONFLITO POR ACREDITAREM QUE ELE TRAZ, DE ALGUMA FORMA, A SEGURANÇA QUE NECESSITAM. Isto nada mais é do que um padrão mental vicioso que faz com que o indivíduo sempre reaja negativamente ao se sentir inseguro”. A profissional te dá dicas para lidar com um relacionamento assim:

REFLITA: INVESTIR OU NÃO NA RELAÇÃO?

É essencial que você realmente saiba se vale a pena investir na relação, porque se a situação já se configura como problema para você, é porque o limite está próximo. “REFLITA SE HÁ OU NÃO AMOR SUFICIENTE PARA DAR CONTINUIDADE e se vai haver suporte para aguentar o tempo que o companheiro precisa para amadurecer e deixar de ser inseguro”, diz.

TENHA MAIS PACIÊNCIA

Ela é fundamental nessa situação. Segundo a especialista, “às vezes existe o amor, mas se não há paciência para lidar com as cobranças, ele não se sustenta sozinho. É importante compreender que, para lidar com questões emocionais deste tipo, É PRECISO DIALOGAR SEMPRE E DEMONSTRAR QUE ESTÁ DISPOSTA A ENTENDER E RESOLVER. É a paciência que vai te ajudar a explicar e desconstruir os pontos que geram inseguranças”.

SAIBA O QUE VOCÊ QUER E DEIXE ISSO CLARO

“Empurrar com a barriga” não dá. Você quer que a relação dê certo, mas ela realmente tem futuro? Está te fazendo bem? Questione-se! De acordo com a terapeuta, “VOCÊ PRECISA SABER O QUE QUER PARA SUA VIDA E EM RELAÇÃO AO PRÓPRIO RELACIONAMENTO, deixando isso claro para o companheiro. Nessa hora, é muito importante a clareza na fala e a sinceridade. A força para lidar com tudo isso se encontra no ser verdadeira consigo mesma e com ele”.

NUNCA ASSUMA NADA QUE NÃO TENHA FEITO

Assumir algo que não fez ou concordar com a cobrança pensando que assim estará dando um “jeito” na situação é um engano muito grande. “Por mais difícil que seja, NÃO SE CONSERTA ALGUMA COISA DESCONCERTANDO OUTRA. Se você errou, assuma e seja verdadeira pedindo desculpas; se não, deixe clara sua postura e ajude-o a compreender que estava enganado”, recomenda a profissional.

SE NECESSÁRIO, DÊ UM TEMPO

Há certos casos emque mesmo amando e já tendo investido muito por várias vezes, a última chance é pedir um tempo. “Mais uma vez, você terá que explicar suas razões e ser clara. É importante pedir a ele que, se preciso, PROCURE ATÉ AJUDA PSICOLÓGICA E EMOCIONAL e coloque isto como algo importante para a própria vida, independente de vocês reatarem o relacionamento. Nesse caso, você terá que ser muito firme e não voltar somente por se sentir pressionada a isso”, lembra a terapeuta.

 

POR MARCELL FILGUEIRAS/daquidali.com.br

1Comente
  • Valdenice 17 de junho de 2017

    Meu Deus tudo que eu queria saber ta aqui muito obg nadja.
    Pois meu casamento esta por um fio.

Comentário do Post